Quantcast
A humanidade está ‘a um mal-entendido da aniquilação nuclear’, diz chefe da ONU - Mundo News Web Interstitial Ad Example
16 de Agosto, 2022

Mundo News

Seu Mundo! Suas Notícias!

A humanidade está ‘a um mal-entendido da aniquilação nuclear’, diz chefe da ONU

5 min read
Segundo António Guterres, o mundo atravessa um momento de perigo nuclear não visto desde o auge da Guerra Fria O post A humanidade está ‘a um mal-entendido...

À medida que as tensões geopolíticas atingem novos picos e alguns governos gastam bilhões em armas nucleares, sob o falso discurso de assegurar paz e segurança, os países devem manter a norma de quase 80 anos contra o uso de tais dispositivos. A afirmação partiu do secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), António Guterres, que falou em Nova York na segunda-feira (1º). 

O chefe da ONU se manifestou na abertura da Décima Conferência de Revisão das Partes do Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares, que vai até 26 de agosto. Ele destacou alguns dos desafios atuais para manter a paz e a segurança globais, com o mundo sob maior estresse devido à crise climática, às desigualdades gritantes, a conflitos e violações de direitos humanos, bem como à devastação causada pela pandemia do Covid-19

Guterres disse que a reunião ocorre em um momento de perigo nuclear não visto desde o auge da Guerra Fria. “As tensões geopolíticas estão atingindo novos máximos. A competição supera a cooperação e a colaboração.  A desconfiança substituiu o diálogo e a desunião substituiu o desarmamento. Os Estados estão buscando uma falsa segurança para estocar e gastar centenas de bilhões de dólares em armas apocalípticas que não têm lugar em nosso planeta”, disse ele. 

Bomba nuclear Mark 7 no Museu Nacional da Força Aérea dos EUA, em Ohio (Foto: Wikimedia Commons)

Atualmente, quase 13 mil armas nucleares estão sendo mantidas em arsenais em todo o mundo. “Tudo isso em um momento em que os riscos de proliferação estão crescendo e as proteções para evitar a escalada estão enfraquecendo. E quando as crises, com conotações nucleares, estão apodrecendo, do Oriente Médio e da Península Coreana. à invasão da Ucrânia pela Rússia e a muitos outros fatores ao redor do mundo”. 

Ele disse ainda que a humanidade está a “apenas um mal-entendido, a um erro de cálculo da aniquilação nuclear”. E sublinhou a importância do tratado de não proliferação, dizendo que é necessário “tanto quanto sempre”, enquanto a reunião de revisão oferece uma oportunidade “para colocar a humanidade em um novo caminho em direção a um mundo livre de armas nucleares”. 

Cinco diretrizes

Guterres delineou cinco áreas de ação, começando pelo reforço e reafirmação da norma contra o uso de armas nucleares, que exige um compromisso firme de todas as partes do tratado.  “Precisamos fortalecer todas as vias de diálogo e transparência . A paz não pode se firmar sem confiança e respeito mútuo”, disse. 

Os países também devem “trabalhar incansavelmente” para o objetivo de eliminar as armas nucleares, que começa com um novo compromisso de reduzir seus números.  Isso também significará reforçar os acordos e marcos multilaterais sobre desarmamento e não proliferação, o que inclui o importante trabalho da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica).  

Para seu terceiro ponto, Guterres concentrou-se na necessidade de abordar as “tensões latentes” no Oriente Médio e na Ásia.  “Ao adicionar a ameaça de armas nucleares aos conflitos duradouros, essas regiões estão se aproximando da catástrofe. Precisamos redobrar nosso apoio ao diálogo e à negociação para aliviar as tensões e forjar novos laços de confiança em regiões que viram muito pouco”, afirmou.   

O secretário-geral também pediu a promoção do uso pacífico da tecnologia nuclear, como para fins médicos, como um catalisador para o avanço dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). E, por fim, instou os governos a cumprir todos os compromissos pendentes no tratado” e mantê-lo adequado para o propósito nestes tempos difíceis”. 

A questão ucraniana

Rafael Mariano Grossi, chefe da AIEA, órgão de vigilância nuclear da ONU, falou sobre como o “espectro da guerra” trouxe uma nova e inesperada dimensão à segurança nuclear na Ucrânia. Segundo ele, com quase seis meses de guerra, é possível citar sete pilares de segurança nuclear que nunca devem ser violados.

Eles incluem o respeito à integridade física das usinas nucleares e a garantia de que o pessoal possa desempenhar suas funções sem pressão indevida. “Todos esses sete princípios foram pisoteados ou violados desde que este trágico episódio começou”, disse ele na conferência.

Embora a AIEA tenha conseguido trabalhar com a Ucrânia para restaurar os sistemas de Chernobyl, local do desastre de 1986, Grossi pressiona por uma missão à usina de Zaporizhzhya, a maior do país, ocupada por forças russas. “Estamos prontos para ir”, disse ele. “Esperamos poder ir a Zaporizhzhya porque, se algo acontecer, só nos culparemos por isso. Não é uma catástrofe, não é um terremoto ou tsunami. Será nossa própria inação a culpada”.

Grossi também abordou outras questões, inclusive relacionadas ao monitoramento do programa nuclear do Irã. “Sabemos que, para podermos dar as garantias necessárias e confiáveis ​​de que todas as atividades na República Islâmica do Irã são de uso pacífico, precisamos trabalhar em colaboração com eles”, disse. “Pode ser feito, temos feito isso no passado, mas precisamos – e digo isso muito claramente – precisamos ter o acesso que seja compatível com a amplitude e a profundidade desse programa nuclear.”

A situação na Coreia do Norte também continua sendo uma preocupação, e ele expressou esperança de que os inspetores da AIEA possam retornar ao país.

Conteúdo adaptado do material publicado originalmente em inglês pela ONU News

O post A humanidade está ‘a um mal-entendido da aniquilação nuclear’, diz chefe da ONU apareceu primeiro em A Referência.

Fonte: https://areferencia.com/mundo/a-humanidade-esta-a-um-mal-entendido-da-aniquilacao-nuclear-diz-chefe-da-onu/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.