Quantcast
Atletismo: Mamona procura repetir êxito prateado de Tóquio-2020 nos mundiais - Mundo News Web Interstitial Ad Example
17 de Agosto, 2022

Mundo News

Seu Mundo! Suas Notícias!

Atletismo: Mamona procura repetir êxito prateado de Tóquio-2020 nos mundiais

2 min read
A portuguesa Patrícia Mamona procura hoje repetir o êxito dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 na final do triplo salto dos campeonatos do mundo de atletismo, em Eugene,...

Pretende quinhoar oriente teor? Utilize as ferramentas de subdivisão que encontra na página de cláusula. Todos os conteúdos da VISÃO são protegidos por Direitos de Responsável ao cobertura da legislação portuguesa. Apoie o jornalismo de jeito, jamais partilhe violando Direitos de Responsável.
https://visao.sapo.pt/atualidade/desporto/2022-07-18-mamona-procura-repetir-exito-prateado-de-toquio2020-nos-mundiais-de-atletismo/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=mamona-procura-repetir-exito-prateado-de-toquio2020-nos-mundiais-de-atletismo

Dianteira à venezuelana Yulimar Rojas, campeã olímpica e recordista mundial, a triplista portuguesa, divisa de prata nos Jogos disputados no ano pretérito, tenta romper ao pódio, na final da disciplina, marcada para as 18:20 locais (02:20 de terça-feira em Lisboa).

A campeã da Europa ao aparência vago em 2016 e ‘indoor’ em 2021 chegou à final com a 10.ª limite da qualificação, ao pinchar 14,32 na terceira experiência, em seguida de se haver apresentado em Eugene2022 com a 14.ª limite do ano (14,42 metros), alcançada em março, nos Mundiais em rastro coberta, nos quais ficou no sexto local.

Superada a qualificação, mesmo com dores nas costado, Mamona, de 33 anos, tenta subscrever o terceiro local no ‘ranking’ mundial, detrás da ‘extraterrestre’ Yulimar Rojas e da jamaicana Shanieka Ricketts, ou, lã menos, aperfeiçoar o sexto local conseguido em Doha2019, na melhor das suas quatro anteriores presenças em Mundiais.

Novamente em competição vai estar a velocista Lorene Bazolo, nos 200 metros, em seguida do isolamento nas eliminatórias nos 100 metros. Aos 39 anos, a recordista pátrio nas duas distâncias, com 11,10 e 22,64 segundos, vai renhir a segunda encadeamento, às 18:07 (02:07 de terça-feira em Lisboa).

A luso-congolesa tem 23,09 uma vez que melhor arquivo do ano, sendo a 59.ª da jerarquia na competição.

Bazolo vai pesquisar singular dos três primeiros lugares ou ser uma das seis mais rápidas entre as restantes para romper às semifinais, a renhir na terça-feira, a zarpar das 18:05 (02:05 de quarta-feira em Lisboa).

Liliana Aqui, no Bando A, a zarpar das 17:10 (01:10 de terça-feira em Lisboa) e Irina Rodrigues, no B, em seguida das 18:35 (02:35 de terça-feira em Lisboa) irrito estrear-se na 18.ª edição dos Mundiais no lançamento do disco, procurando singular lançadura supra dos 64 metros de apuramento direto, ou singular dos 12 melhores lugares, para chegarem à final, agendada para quarta-feira, às 18:30 (02:30 de quinta-feira em Lisboa).

Aqui, de 35 anos, herdade em Tóquio2020, ocupa a mesma disposição no ‘ranking’ mundial, detendo 63,62 metros uma vez que melhor limite do ano — distanciado do seu recorde pátrio de 66,40 –, enquanto Irina Rodrigues, de 31, surge no 31.º colocado, com 62,08 oriente ano e melhor limite particular de 63,96.

Nascente: https://www.futebol365.pt/cláusula/283556-atletismo-mamona-procura-repetir-exito-prateado-de-toquio-2020-nos-mundiais/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.