Quantcast
Horta no telhado, criada há 5 anos, alimenta 500 famílias na pandemia - Mundo News Web Interstitial Ad Example
22 de Outubro, 2021

Mundo News

Seu Mundo! Suas Notícias!

Horta no telhado, criada há 5 anos, alimenta 500 famílias na pandemia

4 min read
Quando mostramos pela primeira vez a inauguração da horta no telhado, da ONG Comunidade dos Pequenos Profetas, em 2016, não imaginávamos que ela seria um alento nesses...

A horta no telhado do casarão no Recife, criada em 2016, mata a fome de 500 pessoas na pandemia - Foto: Agência JCMazella

Quando mostramos pela primeira turno a estreia da quintal no tecto, da ONG Confraria dos Pequenos Profetas, em 2016, jamais imaginávamos que ela seria singular fôlego nesses tempos de pandemia. E é o que está acontecendo 5 anos posteriormente.

O Tecto Repercussão Opimo, uma vez que é denominado – hospedado no eminente de singular casarão avito no Recife – tem acudido a cevar 500 famílias que vivem em vulnerabilidade civil na cidade, nas comunidades do Coque, Avenida Meridional, Roque 2, Roque 3 e Joana Almalha.

Dos 400 m² de quintal orgânica saem ervas e verduras uma vez que alface, rúcula, couve, manjericão, arruda, coentro, salsa, cebolinha, hortelã, grama cidreira, pimenta malagueta, pimentão, beterraba, tomate-cereja… para atacar a desnutrição em tempos de desemprego.

A teoria, do utopista Demetrius Demetrio, administrador da Confraria dos Pequenos Profetas, frutificou, contudo graças à tenacidade dele.

“O inicio da pandemia, tínhamos duas opções: encerrar o projeto, ou prosseguir com os riscos e sem haver a vacina […] Nosso público triplicou e isso demanda mais despesas. Portanto o Tecto repercussão prolífico foi de obrigatório preço na fabrico de hortaliças. […] O publico que passava a noite na porta da nossa fundação para pela astúcia receptar a achego em mantimentos”, contou Demetrius em entrevista ao Isolado Comunicação Boa.

Com o acrescento da demanda e menos gente ajudando na fabrico, o aptidão foi se reinventar e Demetrius criou ações com cooperativas para prosseguir fornecendo mantimentos.

“Em 2020, conseguimos recolher 40 toneladas de mantimentos doados por particulares – Galo da Alvor, Judicatura de Contas de Pernambuco e organizações internacionais.

“Sem alcançar geramos uma vaga de empatia, incluído da cidade e por todo pais, e isso é bem bondoso”, comemora Demetrius.

Uma vez que funciona

O projeto trabalha com pilares da sustentabilidade, conservação ambiental, crescimento comunitário e democratização do aproximação à fabrico orgânica, à sustento higiénico e à gastronomia civil, em áreas com insignificante IDH na substancial pernambucana.

A quintal igualmente funciona uma vez que uma oficina de cultura autossustentável. Além, jovens e familiares atendidos pela ONG aprendem a cerca de amanho orgânico de hortaliças e cuidados com o canal envolvente.

Ao todo, 287 famílias trabalham na quintal e igualmente recebem mantimentos produzidos no tecto do casarão.

E ainda têm uma cozinha esteio para aulas de gastronomia orgânica e sustento higiénico.

Demétrius teve a teoria posteriormente de uma peregrinação à Espanha, para lançamento de singular calhamaço. Foi quando ele viu alguns prédios com jardins no teto e decidiu implantar o método no Recife, com esteio de parceiros.

Hoje fora gerar hortaliças orgânicas, o Tecto Repercussão Opimo igualmente gera eletricidade limpa, com 26 placas de robustez solar, tem método de regadura concluído por gotejamento automático e produz suas próprias sementes para novos cultivos.

Mesada para as famílias

O projeto hoje desenvolve ações socioambientais uma vez que escolha de mesada para as mulheres, mães das crianças atendidas, uma vez que a estabelecimento ECO PRODUTIVA que cálculo com a vigor do empreendedorismo feminino.

A estabelecimento está disponibilizando para venda produtos do Tecto Repercussão Opimo (geleias, ervas aromáticas, doçura) e das cooperativas “Mãos Talentosas” (que recolhe resíduos do rio Capibaribe e transforma em verdadeiras obras de arte em feitio vasos artísticos para o amanho de hortas).

Tem ainda “As Minhoqueiras” (que produzem composteiras orgânicas residenciais super estilosas, adaptáveis tão para casas uma vez que para apartamentos) e  “Coque Costura”(que customiza artesanalmente rouparia e bolsas desde retalhos de tecidos doados), cooperativas formadas por mulheres talentosas, mães das crianças atendidas na Confraria dos Pequenos Profetas, que estão em procura de uma escolha de mesada.

Toda a mesada obtida com a venda dos produtos é revertida para estas mulheres chefes de genealogia, que, com muita originalidade e garra, estão enfrentando o agravamento do empobrecimento civil durante a pandemia.

E a carola de Demetrius jamais para. Ele revelou que o imediato escancha será imaginar igualmente singular jardim de flores comestíveis no sítio.

Imagem aérea da horta no telhado em um casarão do Recife - Foto: Agência JCMazella
Gravura aérea da quintal no tecto em singular casarão do Recife – Foto: Filial JCMazella

O post Quintal no tecto, aia há 5 anos, alimenta 500 famílias na pandemia apareceu à frente em Isolado Comunicação Boa.

Natividade: https://www.sonoticiaboa.com.br/2021/09/30/horta-no-telhado-alimenta-500-familias-pandemia/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.