Quantcast
Libertadores: Boca Juniors forçado a isolamento após ‘prolongamento’ em esquadra de polícia - Mundo News Web Interstitial Ad Example
4 de Agosto, 2021

Mundo News

Seu Mundo! Suas Notícias!

Libertadores: Boca Juniors forçado a isolamento após ‘prolongamento’ em esquadra de polícia

2 min read
Os membros da comitiva do Boca Juniors devem cumprir um período de sete dias de isolamento, após o regresso do Brasil, onde o jogo da Taça...

Os membros da seguimento do Boca Juniors devem acatar singular fase de sete dias de retiro, em seguida o volta do Brasil, onde o jogo da Taça Libertadores de futebol teve ‘crescimento’ na esquadra de polícia de Guapo Porvir.

Jogadores, treinadores e dirigentes do sociedade patagão foram libertados na quarta-feira debaixo de abonação, em seguida 12 horas debaixo de custódia policial em Guapo Porvir, na sequência de graves incidentes no alvo do jogo com o Atlético Mineiro, que ditou a eliminação do Boca Juniors da demonstração.

Os elementos das equipas de futebol perito que se desloquem a outros países estão isentos de acatar quarentena no volta à Argentina, contudo os incidentes que envolveram o Boca Juniors no Brasil levaram as autoridades sanitárias daquele pátria sul-americano a interrogar o seu parabéns.

Após de singular empate sem golos, produto conforme ao da primeira mão, o Boca Juniors foi anulado no desempate por grandes penalidades (3-1), e, já no atalho para os balneários, num jogo em que se queixaram de singular hausto moléstia invalidado, entraram em confrontos e provocaram estragos no túnel de entrada.

Os incidentes levaram à mediação da polícia guerreiro brasileira, que chegou a apelar a gás lacrimogéneo, e identificou, através das câmaras de vigilância, oito pessoas da transferência argentina, entre jogadores, treinadores e dirigentes, envolvidas em agressões físicas.

A comunicação foi avançada pela polícia brasileira, avançado que os infratores identificados foram chamados para prova na esquadra, contudo que toda a transferência do sociedade patagão decidiu aparecer.

Os membros da transferência que nunca estavam debaixo de custódia dormiram no autocarro do sociedade, que passou a noite estacionado em dianteira à esquadra, debaixo de escolta policial.

Os envolvidos nos desacatos estão acusados dos crimes de opugnação, chaga corporal e devastação de particularidade pública.

Natividade: https://www.futebol365.pt/cláusula/263707-libertadores-boca-juniors-forcado-a-isolamento-apos-prolongamento-em-esquadra-de-policia/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.