Quantcast
Pastel de molho da Covilhã vai ter certificado de qualidade - Mundo News Web Interstitial Ad Example
4 de Agosto, 2021

Mundo News

Seu Mundo! Suas Notícias!

Pastel de molho da Covilhã vai ter certificado de qualidade

2 min read
O famoso pastel de molho da Covilhã em breve terá certificado e, depois, poderá virar uma marca. O Certificado de Qualidade Gastronómica do Pastel do Molho...

O famoso pastel de molho da Covilhã em breve terá certificado e, depois, poderá virar uma marca. O Certificado de Qualidade Gastronómica do Pastel do Molho da Covilhã vai regular o seu feitio e até mesmo como deverá ser servido nos restaurantes.  “O objectivo é valorizar e preservar um produto endógeno, para não se perder e para evitar adulterações”, explica a vereadora da Câmara Municipal, Regina Gouveia.

Com o certificado, o pastel de molho vai deixar de ser apenas uma tradição gastronómica. “Para além de promover o pastel como produto, iremos ajudar nossos restaurantes a conhecê-lo melhor”, acrescenta o presidente da Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor (AECBP), Henrique Gigante. Segundo ele, os empresários do sector já estão sendo incentivados a fazer a inscrição para iniciar o processo de certificação.

Haverá dois tipos de certificados. Um para os restaurantes, que devem seguir regras para servir, como tipo de prato e ingredientes do molho, e outro para o produtor do pastel. Em até 30 dias depois da inscrição, os candidatos serão selecionados e ganham o selo, que será válido por 6 meses. “Nesse período, tanto restaurantes quanto produtores terão avaliação-mistério”, diz Paulo Carvalho, presidente da Confraria do Pastinaca (Cherovia) e do Pastel de Molho da Covilhã. “Vamos aproveitar esse processo para, mais adiante, criarmos a marca do pastel de molho”, garante ele.

O pastel é feito de massa folhada com recheio de carne refogada, e, na década de 1920, era levado pelos operários têxteis da Covilhã, para o almoço. Para além de se conservar por muito tempo, ajudava a retemperar forças, uma vez que era comido como se fosse uma sopa.

Para tal, o pastel era colocado num prato de sopa e o molho (de açafrão ou chá preto) era deitado quente por cima. Tapava-se com um outro prato para abafar e o pastel abria e podia comer-se à colher, como se fosse uma sopa.

Fonte: https://noticiasdacovilha.pt/pastel-de-molho-da-covilha-vai-ter-certificado-de-qualidade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.