Quantcast
Quem não marca põe-se a jeito - Mundo News set( 'post_status', [ 'future','publish' ] ); } ); ?>
9 de Maio, 2021

Mundo News

Seu Mundo! Suas Notícias!

Quem não marca põe-se a jeito

3 min read
O Sporting da Covilhã perdeu no domingo, por 2-1, frente ao Porto B, último classificado da II Liga, em jogo da 25ª jornada, em que os...

O Sporting da Covilhã perdeu no domingo, por 2-1, dianteira ao Porto B, derradeiro classificado da II Amálgama, em jogo da 25ª estirão, em que os serranos somente se podem queixar da sua carência de eficiência, já que dominaram quase incessantemente a saída, criaram oportunidades de trago, contudo acabaram por ser menos concretizadores que os nortenhos.

A equipa de Esgalho, a carecer de pontos para evadir à descida, apareceu reforçada por três elementos da equipa A: Romário Baró, Fábio Vieira e Evanilson. E a realidade é que todos eles tiveram importância directa no produto.

Posteriormente década minutos de qualquer autoridade azul e níveo, o “Leão da Montanha” tomou cômputo do jogo e começou a imaginar risco. Aos 14 minutos, depois jogada de insistência pela dextra, Gilberto cruza e descobre sozinho ao segundo coluna Jorge Vilela, que a dois palmos da marco cabeceia para as mãos do guardião Ricardo Silva. E nos minutos seguintes, Gleison, por duas vezes, e Deivison, tiveram soberanas oportunidades de apoiar os serranos em excelência, que já justificavam, contudo faltou eficiência. Os “dragões” foram reagindo, ameaçaram Leo Navacchio por duas vezes, por Gonçalo Fogaréu e Carlos Gabriel, e aos 33 minutos marcaram mesmo. Jogada na dextra, intercepção para a superfície onde Romário Baró domina no úbere, fura entre os defesas e com toque perspicaz serve o brasílio Evanilson, que com uno conclusão cruzado atira a descrever. Até final da primeira quinhão, destaque para actual trago de Evanilson, abortado por alegação à excepção de de jogo de João Marcelo.

Penálti decide

No segundo temporada, os serranos voltaram do balneário com arbítrio de modificar o orientação dos acontecimentos, e então no minuto incipiente, o recém-entrado Bernardo Martins descobre Jean Filipe na dextra, que remata para amplo resguardo de Ricardo Silva. Solitário que, aos 54 minutos, os azuis e níveo iriam distinguir de actual. Passe em altura para Daniel Loader que, à chegada da superfície, é tocado por Jaime Simões (fica a incerteza se incluso ou à excepção de). Largo pena transformada com triunfo por Fábio Vieira.

José Bizarro, de uma assentada, trocou três elementos, apostando mais “fichas” no doesto, e o Covilhã voltou a ingerir cômputo do jogo. Bernardo Martins, aos 64 minutos, proporcionou resguardo atenta ao guardião opoente, e aos 70 minutos, foi Gleison, de bestunto, a possuir aberta flagrante para facturar, contudo a arrojar por cimeira depois formidável intercepção de Tiago Moreira. Golada que chegaria mesmo aos 77 minutos, quando, de bestunto ao avante coluna, Filipe Cardoso correspondeu da melhor processo a uno clemente intercepção de Leo Aqui. Até final, o Covilhã, já sem amplo discrição, tentou de feitio mais directa romper à marco adversária, contudo sem vitória, com Leo Navacchio, na quinhão final, a executar ainda mais uma amplo resguardo a conclusão de Esgalho (Bernardo, fruto do treinador).

Manadeira: https://noticiasdacovilha.pt/quem-nao-marca-poe-se-a-jeito/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.