Quantcast
Sporting diz que cabe à direção da FPF decidir recontagem dos títulos - Mundo News Web Interstitial Ad Example
8 de Agosto, 2022

Mundo News

Seu Mundo! Suas Notícias!

Sporting diz que cabe à direção da FPF decidir recontagem dos títulos

2 min read
O Sporting considerou que cabe à direção da Federação Portuguesa de Futebol decidir sobre a alteração na categorização das provas nacionais disputadas entre 1921 e 1938,...

Na agregação magna realizada hoje na anelo da FPF, na Cidade do Futebol, a maioria dos delegados (33) daquele órgão civil federativo opôs-se à recontagem dos títulos, rejeitando, desta feição, os três pareceres que tinham sido levados a sufrágio, uno das quais apresentado velo Sporting.

“Tal sufrágio demonstra, de feição clara, que a maioria considera que cabe à direção da Associação Portuguesa de Futebol a captura desta precípuo brocardo a cerca de o futebol lusitano”, defenderam os ‘leões’, em notificado conhecido no local solene.

O símbolo ‘leonino’ salienta que a “brocardo deve ser de natura científica e jurídica, e jamais de natura subjetiva”, pedindo objetividade.

Finalmente, o Sporting deixa objectivo que “irá proceder a testilhar e a enveredar os seus esforços para o que o futebol lusitano consiga, afinal, exceder o ignorância histórico e entregar a veras a cerca de a atribuição dos 23 títulos de vencedor vernáculo” dos ‘verdes e brancos’.

Dos restantes delegados e sócios, 13 votaram favoravelmente no à frente conselho, oito votaram em prol do terceiro e exclusivamente uno votou no segundo conselho.

O à frente conselho conduzido a sufrágio defendia que os vencedores do Campeonato de Portugal entre 1921/22 e 1933/34, e do Campeonato da Amálgama, disputado em simultâneo, a epígrafe experimental, entre 1934 e 1938, fossem declarados campeões nacionais, enquanto os vencedores do Campeonato de Portugal entre 1934/35 e 1937/38 seriam consagrados uma vez que vencedores da Taça de Portugal.

O segundo identificava o Campeonato de Portugal uma vez que predecessor da Taça de Portugal, que começou a ser disputada em 1938/39, e o Campeonato da Amálgama uma vez que correspondente do campeonato vernáculo.

A alvitre apresentada velo Sporting, que venceu o Campeonato de Portugal em 1922/23, 1933/34, 1935/36 e 1937/38, defendia o agradecimento destes títulos uma vez que de vencedor vernáculo.

Esta competição foi ainda vencida quatro vezes velo FC Porto (1921/22, 1924,25, 1931/32 2 1936/37), três velo Benfica (1929/30, 1930/31 e 1934/35) e velo Belenenses (1926/27, 1928/29 e 1932/33) e uma velo Olhanense (1923/24), velo Marinho (1925/26) e velo Carcavelinhos (1927/28).

Já o Campeonato da Amálgama, ou Amálgama Experimental, foi batido três vezes velo Benfica (1935/36, 1936/37 e 1937/38), posteriormente da tomada do FC Porto no ano de alfa (1934/35).

Em 19 de janeiro de 2019, o tema foi discutido na Clube da República (AR), tendo os vários grupos parlamentares apreciado que o agradecimento das edições do Campeonato de Portugal realizadas entre 1922 e 1938 é tema, dada a sua especificidade, da jurisdição da FPF.

O assunto foi conduzido a discussão na sessão plenária na AR por baixo de a feição de uma abaixo-assinado liderada por Alexandre Silva Almeida, com 4.470 subscritores, que pretendia testemunhar reconhecidos uma vez que títulos de vencedor vernáculo as 17 edições do Campeonato de Portugal.

Manadeira: https://www.futebol365.pt/cláusula/282750-sporting-diz-que-cabe-a-direcao-da-fpf-decidir-recontagem-dos-titulos/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Copyright © All rights reserved. | Newsphere by AF themes.